Histórias

Mãe quer carregar seu filho recém-nascido, entra em pânico quando a enfermeira se recusa a mostrar seu rosto

Lacey e seu marido Charles Buchanan bailaram de felizes quando souberam que estavam esperando seu primeiro bebê. Mas a alegria durou pouco – em um ultrassom feito na semana 18, a situação deu uma reviravolta terrível. Mas ninguém, no entanto, poderia preparar o casal para o que iria acontecer.

Em 2010, Lacey e seu marido Charles descobriram que estavam esperando um filho. Eles estavam felizes, mas também um pouco em choque. Infelizmente, uma notícia inesperada abalaria os futuros pais. Os médicos descobriram que o bebê, Christian, nasceria possivelmente com malformações no rosto.

Mas Lacey, que tinha 23 anos em 2010, já estava totalmente apaixonada por seu futuro filho, apesar dos grandes desafios. Nunca pensaram sobre a alternativa do aborto.
Perto do dia do nascimento, o médico ainda não sabia se o bebê poderia sobreviver com essas malformações. Christian nasceu no mês de fevereiro de 2011 com cesariana, pois não sabiam se ele conseguiria respirar sozinho.

Lacey estava feliz em ver que seu filho havia sobrevivido ao parto. Quando ouviu seu filho chorar no momento do nascimento, pareceu música celestial aos seus ouvidos.
Isso significava que tudo havia ocorrido bem.
A mãe nervosa perguntou à equipe médica como era seu filho, mas ninguém lhe respondeu. O médico e as enfermeiras permaneceram muito quietos.

Eles perguntaram se ela queria vê-lo, mas não se atreviam a mostrá-lo. A mãe Lacey mal podia ver seu filho recém-nascido. Quando Lacey pegou Christian em seus braços pela primeira vez, ele estava enrolado e tinha uma gaze branca cobrindo seus olhos. Lacey sabia que as malformações no rosto dela eram sérias, mas ainda era perfeito para ela.

Finalmente, Lacey percebeu a gravidade da situação. Christian só tinha pele e tecido corporal ali onde seus olhos deveriam estar. Seu amado bebê havia nascido sem olhos.

Quatro dias depois, Lacey encontrou seu marido, chorando em um dos quartos do hospital.
“Charles disse que um médico entrou na sala e basicamente disse: seu filho é cego e não há nada que possamos fazer”, conta Lacey ao USA Today.

As palavras duras dos médicos surpreenderam ambos os pais. Eles não sabiam em que acreditar.
“Nós não esperávamos isso. Nós não tivemos a chance de perguntar – nada “, diz Lacey.
Mas contra todas as probabilidades, Christian tem agora 5 anos e sua incrível jornada inspirou milhares de pessoas. Christian foi submetido a sua primeira intervenção cirúrgica 4 dias após o nascimento e deverá passar por mais.

Os primeiros momentos foram muito difíceis para a família, explica Lacey.
“Foi muito difícil quando chegamos em casa do hospital. Quando saímos e encontramos pessoas, todos olhavam e sussurravam pelas minhas costas: ‘Olhe para aquele bebê’! conta Lacey para o Daily Mail.

Muitos disseram na cara dela: “Você deveria ter abortado quando podia.”

O desafio de cuidar de Christian também significava tensão emocional em seu casamento com Chris, a quem Lacey conheceu quando tinha apenas 15 anos de idade. Quando Christian completou 4 anos de idade, ele havia passado por sete operações principais, incluindo cirurgia para corrigir sua mandíbula – e seu paladar.

Nos piores momentos, o casal considerava o divórcio, mas graças ao aconselhamento matrimonial e com o amor e apoio da família e dos amigos, eles puderam se encontrar novamente.

Christian sempre foi uma inspiração e um raio de luz, que ilumina Lacey em seus dias mais sombrios. Sem seu filho, ela não teria sido capaz de fazer nada, nem poderia ter continuado em frente.

“Muitas vezes eu queria sair e desaparecer. Teria sido o mais fácil “, diz e continua:

“Mas quando ele (Christian) acorda todos os dias, feliz, pronto para se movimentar pelo mundo e pronto para fazer o que é necessário para ter sucesso é quando você segue em frente.”

Christian precisará de mais operações ao longo dos anos e não está claro como será seu futuro. Mas ele começou em uma escola para cegos e está aprendendo a ler. Christian também começou aulas de karatê e tem talento. E ele está aprendendo a tocar violino.

Essa criança é uma fonte de inspiração pela sua força e coragem. Para toda noite escura, sempre vem um dia com luz, nunca deixam de acreditar, espere e sonhe!

Compartilhe a história de Christian no Facebook, se você também está impressionado com essa criança!


Fonte: newsner

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: